uma semana com kaju: dia 02

ser esponja

Regular 2015 07 28 10.00.59 copy

arte do dia: uma cidade no lavabo

Mais um dia se passou e posso dizer que estive em muitos cantos da cidade. Apenas na parte da manhã.
O dia começou cedo e foi produtivo:

6:15 - tocou o despertador. A saída da cama parece que foi mais fácil hoje. O que o psicológico não faz com a gente. Tinha horário para sair, e, se não levantasse rápido, tudo se atrasaria. Quando não temos horários o corpo entende e liga a chave da preguiça. Ao levantar, ainda no escuro, já começamos a preparar o café da manhã.

6:45 - antes de comer uma alongada no tapete de yoga, seguido de alguns abdominais e prancha. O café da manhã começou com a água morna com limão de todos os dias, tapioca com acelga e mussarela de búfala e mamão com pólen.
Depois de comer sentei alguns momentos para deixar a comida baixar e comecei a me preparar para sair: fazendo cama e me vestindo. Enquanto isso o Marcos terminava de preparar um suco verde e partiu para uma corrida.

7:25 - Hora de sair. Preparei os últimos detalhes da bolsa de arte e peguei os lanches para me abastecer durante as próximas horas. (biscoitos de arroz, uma maçã e uma garrafa de suco verde fresca)

7:45 - Cheguei no bairro da intervenção do dia. Depois de mais de 10 minutos rodando buscando papéis de zona azul e depois uma vaga, finalmente parei o carro e toquei o interfone. Mais um apartamento que recebeu um toque de arte. Desta vez um projeto do Estúdio Cidade. No começo ficava tímida ao entrar na casa de tantas pessoas que não conhecia. Hoje já aprendi a abstrair um pouco estes sentimentos e me tornar parte do cotidiano delas, mesmo que seja por algumas horas apenas. Converso, compartilho e ouço histórias. Se torna uma vivência interessante. Hoje, além dos pais que me receberam e depois saíram para trabalhar, tive a companhia de dois meninos que batiam curiosos na porta do lavabo para ver se o desenho crescia. Primeiro disseram: “são castelos!” e logo foram corrigidos pela mãe que disse: “não filho, é uma cidade!”. São os edifícios da nossa cidade, que poderiam ser castelos também, não acham? Conheci todos os bichos de pelúcia e recebi 4 “tchau” de cada um quando estava na porta do elevador. Pequenos detalhes que me fazem sorrir e sair com o coração mais quente. (sim, ele é meio frio às vezes).

10:30 - Antes de cruzar a cidade tive uma reunião pelo telefone com o Rio de Janeiro. (um novo projeto que por enquanto ficará sem muitos detalhes), enquanto tomei o suco verde que o Marcos preparou para mim e alguns biscoitos de arroz. Vinte e três de Maio, Radial Leste…. e sim… lá na Zona Leste estava eu por aproximadamente uma hora, enquanto muitos ainda saiam de casa pela primeira vez. No Brás mais especificamente, comprando tecido para um projeto colaborativo junto com o Estúdio Kinin. Irmãos designers com quem estou fazendo uma parceria para o Design Weekend. Vem coisa interessante por ai.

11:30 - Parada em uma loja de artes para comprar alguns materiais para os jobs da semana.

12:10 - Em casa depois de uma longa manhã foi hora de abrir o computador e dar uma checada rápida nos emails que se acumularam. Sem conseguir responder todos ainda, a fome começou a bater. Para otimizar o meu “horário de almoço”, tirei a roupa de cama que estava no varal e coloquei uma máquina de “claros” para funcionar. Enquanto as roupas foram lavadas, preparei o meu almoço e comi. Tudo se encaixou perfeitamente. Para dar uma pausa depois de comer, estendi toda a roupa cheirosa no varal e finalmente sentei no computador para dar início à outra parte dos trabalhos do dia.

das 13:30 às 17:30 - Trabalhei em um projeto de um livro chamado Dos Pés ao Léu. Fui convidada para fazer intervenções com ilustrações e diagramar este livro que une fotografias inusitadas e poesia. De página em página fui diagramando e ilustrando, fazendo uma imersão total no conteúdo, com apenas uma música ao fundo. No meio deste período levantei algumas vezes para beber água. Ficar apenas com um copo de água à mesa e ter que levantar para pegar mais é um motivo para levantar e esticar as pernas. Importante para não ficarmos muito tempo sentados. Movimente-se sempre!

17:30 - hora do lanche da tarde e pequena pausa para escanear ilustrações e documentos.

das 18:00 às 20:00 - Terminando esta etapa do livro recebi um telefone pelo FaceTime de uma amiga querida que está morando na Alemanha. Enquanto finalizava os arquivos, enviava e começava a ilustrar uma estampa, conversamos. Colocamos os papos em dia que há muito tempo não fazíamos. Foi uma boa distração e sempre bom ouvir que amigos que estão longe podem ficar mais pertinho por conta da tecnologia. Sinto falta de tantas pessoas que estão longe. Amigos, irmãs, avós… Lindo seria se pudéssemos dar um abraço em todos em um piscar de olhos. Enquanto isso focamos na nossa rotina por aqui.

20:00 - O Marcos chegou e foi logo para a cozinha fazer pães (com glúten) com um fermento caseiro que ganhou. Enquanto isso finalizei alguns detalhes da estampa que estava nas minhas mãos.

20:55 - Hora de fechar o computador, tomar banho e ir jantar.
Horário estimado para ir dormir será novamente entre 22:30 e 23:00 horas. Cumprimos ontem e espero cumprir novamente. Dia longo na rua e em casa. Amanhã é dia de Osmose!

Regular 2015 07 28 11.01.43

cidade cinza e azul pela região do brás

Regular 2015 07 28 15.58.48

quando o amor aparece nos cabides caídos. belezas de lavar a roupa

Regular 2015 07 28 13.01.17

almoço para um: brócolis, abobrinha, farofa e mussarela de búfala

Regular 2015 07 28 17.23.55

lanche da tarde: smoothie de mamão com ameixa seca e tapioca com acelga

uma semana com kaju: dia 01

ser esponja

Regular 2015 07 27 11.27.53

arte em progresso durante a manhã

Como costumo dizer, os meus dias são diferentes um do outro, as semanas variam entre lugares, projetos e pessoas novas. Muita gente me pergunta como é a minha rotina e sempre digo: “louca!"Por isso e por outros motivos, escolhi uma destas semanas "loucas” para dividir o meu dia a dia com vocês. No mundo artístico em que estou vivendo e trabalhando, sou conhecida como kaju, nome proveniente da junção de Kalina (nome) e Juzwiak (sobrenome). Nome também que deu origem ao studio kaju.ink, onde crio projetos variados que ligam a arte a superfícies e ao design.
Para facilitar o cronograma fiz uma pequena agenda em tópicos. Bem vindos à “semana com kaju”:

6:30 - o despertador tocou! entre o cansaço e a cama acolhedora, enrolamos alguns minutos e finalmente levantamos dez minutos depois. pequeno alongamento e rotinha matinal no banheiro.

6:45 - em pé na cozinha preparando o café da manhã. O Marcos cuidou da água morna com limão e partiu o mamão. Enquanto isso preparei as tapiocas do café e do lanche da tarde também. Em seguida preparei um brócolis para ser consumido no almoço.

7:10 - Café da manhã reforçado com tapioca, mamão com cereais e um ovo cozido.

das 7:50 às 9:20 - fiz a cama, abri o meu email para responder algumas mensagens que entraram no final de semana e enviei alguns desenvolvimentos de projetos. tomei banho e me arrumei para sair. dia de arte!

10:10 - cheguei em um apartamento em Moema onde fui chamada para fazer uma intervenção. A arquiteta Monica Fidelix me recebeu e ficou ao meu lado nas primeiras linhas. A arte foi fluindo de forma natural, porém baseada em um esboço previamente aprovado pelos clientes. Quando pinto, não uso qualquer tipo de base, então a proporção vai surgindo a partir do esboço (quando ele existe). A linguagem é mantida, mas a arte vai passando por adaptações para se encaixar na escala maior. Neste período parei por alguns minutos para tomar um #sucoverdelimão (hoje mais para rosa) que preparamos ontem.

13:00 - a arquiteta saiu por algumas horas e eu finalizei a arte. esperei ela voltar para dar o ok final. aproveitei o tempo para ler alguns emails que foram entrando no período da manhã e conferi mensagens nas redes sociais.

13:30 - parei no armarinho a caminho de casa, onde compro canetas e telas por valores mais em conta. comprei o material para algumas intervenções da semana.

14:30 - estava em casa, sentada e pronta para almoçar.

das 15:10 às 17:30 - trabalhei em alguns projetos; trabalhei em ilustrações de cidades que comecei no final de semana e são encomenda de uma antiga cliente de aniversário para o marido. um trio de telas que retratam as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Segui para o computador onde cuidei de orçamentos de paredes, follow up de identidades visuais e entrevistas.

das 17:30 às 18:00 - lanche da tarde: smoothie de banana, com água de coco e cacau puro; com uma tapioca com acelga.

das 18:00 às 20:30 - segui no computador respondendo emails e finalizando uma etapa importante da identidade visual de uma cliente. 15 minutos depois de ser entregue foi aprovada. Viva!

20:30 - banho e o Marcos chegou do dia na Osmose Coworking. Enquanto pedi os produtos orgânicos para serem entregues na quinta-feira ele preparou o jantar e tomou banho também.

21:15 - terminando de escrever este post e estamos prontos para jantar, lado a lado, depois de um dia intenso.

A previsão é dormir por volta das 22:30-23:00 horas, pois amanhã é outro grande dia!

boa noite!

Regular 2015 07 27 14.16.13

cor do lanche da manhã, que acompanhou biscoitos de arroz

Regular 2015 07 27 12.54.00

arte finalizada na hora do almoço

Regular 2015 07 27 14.03.14

almoço: feijão, farofa, brocolis, tomate e alface veio por cima também

Regular 2015 07 27 15.59.00

trabalhando nas telas temáticas durante a tarde

Regular 2015 07 27 17.29.26

smoothie do lanche da tarde em construção

Regular 2015 07 27 13.32.01 copy

orçamentos e estudos de identidade visual

Regular 2015 07 27 18.02.50

alguns minutos apreciando o belo por do sol

panqueca de banana

ser esponja

Regular 2015 06 24 07.46.52 copy

panqueca de banana com pasta de amêndoa

A antroposofia (e não só ela) diz que o café da manhã é a refeição principal. É a refeição que devemos ingerir uma quantidade maior de gorduras. Um café da manhã de rei (ou rainha) ditará o nosso nível de energia para o dia todo. Frutas, carboidratos e gorduras devem compor o cardápio. A longo prazo esta opção ajudará também em dietas de emagrecimento e, segundo o meu médico/homeopata, evitará as gordurinhas (= pneuzinhos) quando envelhecermos. Por ser a nossa refeição favorita, incrementar o café da manhã não foi um problema. Agora, você que levanta e sai para um dia intenso sem comer nada pela manhã, talvez deva repensar os hábitos (ou nas gordurinhas).

A nossa primeira refeição acontece por volta das 7 ou 7:30 horas da manhã. Cada um consome uma tigela de mamão com chia, aveia e pólen (que alterna dias com pó de guaraná); uma tapioca com bagaço de amêndoas e uma folha de acelga, que ajuda no processo digestivo (o Marcos troca a folha por duas finas fatias de mussarela de búfala). De duas a três vezes por semana adicionamos também um ovo cozido. Ele é uma fonte de “gordura boa” e uma dose extra de proteína para o dia. Depois de comer, a caminho de reuniões ou do co-working tomamos sempre um chá de gengibre, camomila, erva cidreira ou capim limão.
Se você se enjoa fácil de comer todos os dias a mesma coisa tente variações como a crepioca ou uma panqueca de banana. Esta manhã fizemos isto!

Panqueca de Banana:

Rende 4 panquecas (bem finas).
Cada um consumiu uma no café da manhã, e a segunda será um lanche da tarde.
2 bananas
2 ovos
4 a 5 colheres de sopa de farinha de arroz, tapioca ou aveia.
Bata tudo bem e prepare as panquecas em uma frigideira antiaderente. Elas podem ser recheadas com o bagaço de amêndoas e geléia por exemplo.
Procure sempre utilizar geléias sem açúcar. Se não encontrar, compre uma normal (com açúcar mesmo). Evite as opções “diet ou light”, que além de não fazerem bem, e não serem saborosas, podem ser prejudiciais à saúde por causa de suas doses de adoçantes.

posts recentes

illustrations by kaju.ink
piece of cloud by AEROGAMI