etiqueta #home office

apê comTijolo 2016

estar concreto

Regular sam 5586

o home office

O nosso apartamento é praticamente um camaleão. Desde que viemos morar juntos, ele vem mudando de layout e composição. Quando encontramos o nosso apê e mudamos, ele não tinha nada dentro. Aos poucos fomos conquistando cada objeto, cada móvel, cada cantinho. Isto fez parte de um detalhado período de trabalho, de seleção de prioridades, de escolhas pensadas e espontâneas também. Passamos por dias difíceis e outros mais fáceis, com as contas e no nosso relacionamento. São transições e conversas (muitas conversas!) que fazem parte do dia a dia. Quando as pessoas perguntam: e ai? o apartamento está pronto não é? Sempre dizemos que não! Ainda há tanto para fazer? E por que isso? Pois para nós, o apartamento faz parte das conquistas individuais e do casal também. Faz parte de um amadurecimento pessoal, do crescimento das nossas empresas e, consequentemente, das nossas necessidades dentro do espaço. O nosso espaço, assim como nós, está em constante transição e evolução.

Regular sam 5568

o nascer do sol para quem entra no apê

Regular sam 5585

home office integrado com sala de estar

Regular sam 5569

dormitório integrado com sala de estar

Regular sam 5551

home office integrado com sala de jantar e cozinha

Regular sam 5427

o hall integrado com sala de jantar e todo o resto

Regular sam 5609

detalhes da nossa história no espaço

Regular sam 5520

a cozinha e área de serviço que também é varanda e horta

Regular sam 5560

a nossa galeria, bar e banheiro

Regular 2016 01 11 18.48.01 1

o banheiro e seus detalhes

isso que vocês fazem

estar concreto, explorar sem parar

Regular 2014 01 27 22.00.16 1

Ontem pela manhã, Valmir, o marceneiro, veio entregar e montar o móvel que nós desenhamos e ele construiu, para nossa area de serviço/quintal/sacada. (não só de caçambas se monta um apê funcional). Enquanto ele fazia o trabalho muito-bem-feito dele, com a ajuda de seu irmão Vladimir, parou um momento, lá pelas tantas, quase hora do almoço, para tomar um pouco da nossa água do filtro de barro, no nosso copo de aço inox. Observando o apê com mesa, computadores, pinturas e produtos espalhados pelos cantos e nós, em nossos trajes confortáveis, ele soltou:

  • Vocês trabalham em casa…os dois?

Era clara a expressão de surpresa na cara dele. Diante da resposta afirmativa e, uma breve explicação de nossas areas de atuação, Valmir deu o último gole na sua água ainda fresca, e voltou com um sorriso no rosto para os seus afazeres. Depois, pude ouvir aqui do escritório-sala, enquanto ele comentava com Vladimir como devia ser bom fazer isso, “que eles podem fazer”.

Fazer de sua residência uma extensão de seu tabalho, não é um privlégio, é uma consquista. E é também uma capacidade que acarreta grandes mudanças, já dizia a mãezinha de Peter, o homem-aranha:

“Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades.”

Nessa história toda, uma coisa é fato: Kalina e eu só “podemos” hoje, porque quisemos, em algum momento no passado. E agora, nós só conseguimos nos sustentar, podendo escolher se vamos ou não, sair do apê para trabalhar, pois cultivamos esse desejo diariamente - mas não alcançamos esse estágio da noite para o dia. Já fazem alguns anos que nós decidimos, cada um em seu momento, largar tudo que fazíamos, pegar o melhor desses mundos, e desenvolver nosso próprio cotidiano remunerado.

A contramão da carteira assinada e o salário fixo no fim do mês tem suas dificuldades, e suas alegrias. Poder escolher quando, e de onde trabalhar, ter tempo para cuidar da saúde e da alma, sentir a tranquilidade necessária para criar coisas novas, conseguir se relacionar com familiares e amigos:

nós não enxergamos, nenhuma outra maneira de viver.

Na mesma linha, temos grandes responsabilidades e trabalhamos duro para manter esse estilo de vida que é indispensável para nós. Nós somos os nossos chefes, empregados, administradores, contadores e criadores. Nós trabalhamos de casa, na rua, no cartório e na praia. Trajados de moletom e camiseta - ou não - o contrafluxo nos serve bem, e vamos continuar a lutar por isso.

Regular sam 0103

Regular sam 0105

Regular img 20140510 095849 964

Regular 2013 07 01 13.16.50

illustrations by kaju.ink
piece of cloud by AEROGAMI